A reza do Terço

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A reza do Terço

Mensagem  Admin em Ter Mar 12, 2013 1:20 am




 
Meu terço

Sempre relutei em rezar o terço. Não compreendia o porquê de tanta repetição de orações, já que Jesus nos ensinou para não sermos como aqueles “que pensam que por muito falarem serão ouvidos”. Nem entendia como que Nossa Senhora pedia para si própria orações que as enalteciam, como se ela precisasse disso. Também não compreendia (nem aceitava) que Ela fosse Mãe de Deus. Então como rezar com palavras vazias de sentido para mim? Como rezar sem crer?  Deveria ser hipócrita e fingir que acreditava?
Certa vez na minha juventude tentaram me fazer mariano mas como não entendia o porque disso não aceitei pois não poderia ser falso com Nossa Senhora e tinha comigo que se um dia tivesse que ser mariano, o seria de coração, compreensão e não por imposição de ninguém.
Mas aprendi que até para ter fé precisamos pedir a Deus, pois precisamos dessa fé para bem orarmos, principalmente nos momentos de turbulências e fraquezas em nossas vidas.
Como cansei de esperar por respostas concretas de sacerdotes sempre ausentes e sem tempo, pedi a Deus orientação e segui minha consciência.

De tempos em tempos fazemos nossas orações e esse período varia para cada um. Então tomei para mim que se eu reduzisse o período dessas orações de dias, semanas ou meses, para frações de segundos, eu não estaria repetindo orações simplesmente, mas intensificando as bendicências  do nosso coração e nos comprometendo com o bem no planeta inteiro, já que milhões de pessoas fazem a mesma coisa no mesmo horário e pelos fusos horários, não paramos de bendizer. O que é melhor: bendizer ou maldizer?

A mãe do do Roberto é mãe de carpinteiro, a mãe da Dora é mãe de professora e Maria é mãe de Deus verdadeiro. Existe outra?

Por favor, me auxiliem e me corrijam no que estiver errando. Minha consciência pode estar precisando de manutenção. Rezo convicto, mas muitas coisas não consigo compreender. Descreverei, abaixo, para poder comentá-lo nas minhas dúvidas e também para que nossos irmãos protestantes o conheçam melhor, pois acredito que muitos nem saibam do que se trata e vejam que Maria é nossa Auxiliadora, não nossa Deusa.

E para quem ache que o terço sejam vãs repetições, me diga a repetição dos salmos também não  seria?
E quantas vezes por prazer se canta ou se ouve  a mesma canção? Quantas vezes se repete as mesmas séries de notas para se chegar a beira dessa perfeição?


Não merece repetição?


SINAL DA CRUZ

Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus, nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém (assim seja)

OFERECIMENTO DO TERÇO

Divino Jesus, nós Vos oferecemos este (não esse!) Terço que vamos rezar (do latim recitare), mediante os mistérios da nossa Redenção...

O que são mistérios da nossa Redenção?

... Concedei-nos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe de Deus e Nossa Mãe, as virtudes que nos são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganharmos as indulgências dessa santa devoção.
Nós o oferecemos, particularmente, em desagravo dos pecados cometidos contra o Santíssimo Coração de Jesus e o Imaculado coração de Maria, pela paz no mundo, pela conversão dos pecadores, pelas almas do Purgatório, pelas intenções do Santo Padre, pelo crescimento e santificação do Clero, pelo nosso vigário, pela santificação das famílias, pelas Missões, pelos doentes, pelos agonizantes, por aqueles que pediram nossas orações, por todas nossas intenções particulares e pelo Brasil.

ORAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO

Vinde, ó  Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor.

V. Enviai, Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado.
R. E renovareis a face da Terra (o texto de onde estou copiando este texto, escreve Terra com letra minúscula – Mosteiro de São Bento) .

]   Oremos (Oremos?e o que se está fazendo até agora?)
"Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da Sua consolação. Por Cristo, Senhos nosso. Amém"


CREDO

Eu omito algumas palavras desse Credo, pois não concordo com algumas expressões e não compreendo outras.

Creio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu... sob Pôncio Pilatos,...

Omito “sob Pôncio Pilatos”, porque ele não poderia ter consciência de que Jesus era o Filho de Deus, mas podemos deixar impunes seus verdadeiros detratores com medo de sermos taxados de anti-semitas? Contraditoriamente, no caso de Esther, o verdadeiro detrator dos judeus foi punido com a morte, e o rei que ordenou a execução dos judeus não.  

...foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos;...

Os mortos têm mansão? Porque essa expressão?

... ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai..

Sentado? Não bastaria dizer-se “à direita de Deus Pai” já que a direita do rei é um lugar de honra? Dizendo-se  assim não dá-se a impressão de que Deus seja estático?



...Todo-Poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na santa Igreja católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém

Ressurreição da carne? De Lázaro,  de Jesus?

"E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para a vergonha e desprezo eterno... Tu, porém, vai até ao fim; porque repousarás, e estarás na tua sorte, no fim dos dias" (Dan. 12:2,13).

"Vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição do juízo" (S.João 5:28-29)

"de que há de haver ressurreição de mortos, assim dos justos como dos injustos" (Atos 24:15)

"Mas agora Cristo ressuscitou dos mortos, e foi feito as primícias dos que dormem. Porque, assim como a morte veio por um homem também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda" (1 Cor. 15:20-23)

"Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão? Insensato! O que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer. E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou doutra qualquer semente. Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo. Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes, e outra a das aves. E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e a outra a dos terrestres. Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela. Assim também a ressurreição dos mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção. Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor. Semeia-se corpo animal, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo animal, há também corpo espiritual. Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente: o último Adão em espírito vivificante. Mas não é primeiro o espiritual, senão o animal; depois o espiritual. O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu. Qual o terreno, tais são também os terrenos; e , qual o celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial" (1 Cor. 15:35-49).

COMO LER ISSO E DIZER ACREDITAR NA RESSURREIÇÃO DA CARNE?

Ou não precisamos de palavras que tenham sentido para dirigirmo-nos a Deus?

Porque nos ensinaram assim?


O meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente aqueles que mais precisarem


Agradecimento do Terço


Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo de vosso poderoso amparo e para mais “nos” obrigar,vos saudamos com uma Salve Rainha….

No impresso que temos, colhido no Mosteiro de São Bento, está escrito “vos obrigar” , ou seja para obrigar Nossa Senhora? Qual o verdadeiro sentido das palavras? Eu pensei que isso fosse necessário no nosso relacionamento com as coisas do Céu!

“Vos saudamos com uma Salve Rainha” Eu rezo o terço em sintonia com as pessoas com quem estou me relacionando. Eu não preciso avisar a Nossa Senhora que irei saudá-la. Nos terços da Rede Vida existem padres conscientes que “emendam” esse trecho naturalmente como se   estivessem frente a frente com Ela (e é isso que eu faço e penso que se deva fazer) partindo direto para a saudação feita na Salve Rainha.

Finalmente aqui, peço aos irmãos protestantes que atentem à prece com que se terminam os terços:

ROGAI POR NÓS, SANTA MÃE DE DEUS, PARA QUE SEJAMOS DIGNOS DAS PROMESSAS DE CRISTO.

E lembrando que todas as séries de dez ave-marias, são precedidas de um pai-nosso.


Um abraço a todos.


==================================
==================================

Como surgiu a oração do Santo Rosário

A oração do Santo Rosário surge aproximadamente no ano 800 à sombra dos mosteiros, como Saltério dos leigos. Dado que os monges rezavam os salmos (150), os leigos, que em sua maioria não sabiam ler, aprenderam a rezar 150 Pai nossos. Com o passar do tempo, se formaram outros três saltérios com 150 Ave Marias, 150 louvores em honra a Jesus e 150 louvores em honra a Maria.

No ano 1365 fez-se uma combinação dos quatro saltérios, dividindo as 150 Ave Marias em 15 dezenas e colocando um Pai nosso no início de cada uma delas. Em 1500 ficou estabelecido, para cada dezena a meditação de um episódio da vida de Jesus ou Maria, e assim surgiu o Rosário de quinze mistérios.

A palavra Rosário significa ‘Coroa de Rosas’. A Virgem Maria revelou a muitas pessoas que cada vez que rezam uma Ave Maria lhe é entregue uma rosa e por cada Rosário completo lhe é entregue uma coroa de rosas. A rosa é a rainha das flores, sendo assim o Rosário a rosa de todas as devoções e, portanto, a mais importante.

O Santo Rosário é considerado a oração perfeita porque junto com ele está a majestosa história de nossa salvação. Com o rosário, meditamos os mistérios de gozo, de dor e de glória de Jesus e Maria. É uma oração simples, humilde como Maria. É uma oração que podemos fazer com ela, a Mãe de Deus. Com o Ave Maria a convidamos a rezar por nós. A Virgem sempre nos dá o que pedimos. Ela une sua oração à nossa. Portanto, esta é mais poderosa, porque Maria recebe o que ela pede, Jesus nunca diz não ao que sua mãe lhe pede. Em cada uma de suas aparições, nos convida a rezar o Rosário como uma arma poderosa contra o maligno, para nos trazer a verdadeira paz.

O Rosário é composto de dois elementos: oração mental e oração verbal.

No Santo Rosário a oração mental é a meditação sobre os principais mistérios ou episódios da vida, morte e glória de Jesus Cristo e de sua Santíssima Mãe.

A oração verbal consiste em recitar quinze dezenas (Rosário completo) ou cinco dezenas do Ave Maria, cada dezena iniciada por um Pai Nosso, enquanto meditamos sobre os mistério do Rosário.

A Santa Igreja recebeu o Rosário em sua forma atual em 1214 de uma forma milagrosa: quando a Virgem apareceu a Santo Domingo e o entregou como uma arma poderosa para a conversão dos hereges e outros pecadores daquele tempo. Desde então sua devoção se propagou rapidamente em todo o mundo com incríveis e milagrosos resultados.


Como rezar o Rosário


Para recitar o Rosário com verdadeiro proveito deve-se estar em estado de graça ou pelo menos ter a firme resolução de renunciar o pecado mortal.

1. Segurando o Crucifixo, fazer o Sinal da Cruz e em seguida rezar o Credo.

2. Na primeira conta grande, recitar um Pai Nosso.

3. Em cada uma das três contas pequenas, recitar um Ave Maria.

4. Recitar um Glória antes da seguinte conta grande.

5. Anunciar o primeiro Mistério do Rosário do dia e recitar um Pai Nosso na seguinte conta grande.

6. Em cada uma das dez seguintes contas pequenas (uma dezena) recitar um Ave Maria enquanto se faz uma reflexão sobre o mistério.

7. Recitar um Glória depois das dez Ave Marias. Também se pode rezar a oração de Fátima.

8. Cada uma das seguintes dezenas é recitada da mesma forma: anunciando o correspondente mistério, recitando um Pai Nosso, dez Ave Marias e um Glória enquanto se medita o mistério.

9. Ao se terminar o quinto mistério o Rosário costuma ser concluído com a oração da Salve Rainha.


Orações do Santo Rosário – O Terço



Sinal da Cruz
Em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Oferecimento do Terço

Divino Jesus, nós Vos oferecemos este terço que vamos rezar, meditando nos mistérios da Vossa Redenção. Concedei-nos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, as virtudes que nos são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganharmos as indulgências desta santa devoção.


Credo

Ceio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos; creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

Pai-Nosso

Pai-Nosso que estais nos céus, santificado seja vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Ave-Maria

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém. (não é de nossa  morte!)

Glória ao Pai

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém

Jaculatória

Óh! meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno. Levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente as que mais precisarem.

Agradecimento do Terço

Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo de vosso poderoso amparo e para mais vos suplicar vos saudamos ….

Salve-Rainha

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,      bendito fruto do vosso ventre,       (aqui trata-se de um aposto, uma explicação de quem é Jesus, e não uma afirmação: "bendito é o fruto do vosso ventre" como muitos rezam; isso não tem sentido no contexto da oração, portanto é errado !)

ó clemente, ó piedosa, ó doce e sempre Virgem Maria. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

ROGAI POR NÓS SANTA MÃE DE DEUS PARA QUE SEJAMOS DIGNOS DAS PROMESSAS DE CRISTO! AMÉM.



MISTÉRIOS G0Z0S0S


1º MISTÉRIO: ANUNCIAÇÃO – O ANJO ANUNCIA A MARIA QUE ELA SERÁ MÃE DO FILHO DE DEUS

Contemplemos  (é verbo na forma imperativa e não na forma indicativa, pretérito perfeito: contemplamos; fica sem sentido!) a anunciação do anjo Gabriel à Nossa Senhora e a encarnação do verbo de Deus em seu ventre.   “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa palavra” – aqui vemos em Maria o despojamento, a humildade, o amor a Deus e a entrega de si mesma.

Meditação: Hoje o Senhor nos chama dar o sim para Jesus; nascer em nosso coração em nossa vida, dar sentido à nossa vida terrena e acolher o plano de Deus para nossa salvação

2º MISTÉRIO: MARIA VISITA SUA PRIMA IZABEL IDOSA QUE ESTAVA GRÁVIDA DE JOÃO BATISTA

Contemplemos a visitação de Nossa Senhora à Santa Isabel.     “E partindo às pressas foi às montanhas ficar com sua prima que já de idade avançada estava grávida”….  Isabel a saúda: Tu és bendita.. como posso merecer que a MÃE do meu Senhor venha me visitar, quando adentrastes pela porta a criança saltou em meu ventre.  Maria responde: “Minha Alma glorifica o Senhor… Meu espírito exulta em Deus Meu Salvador!”

A humildade e a entrega de si mesma em favor dos mais necessitados; hoje Deus nos chama a trabalhar em sua vinha, sair de nosso conforto e procurar os que estão necessitados; não só de pão, mas de amor, apoio e do conhecimento da palavra do Senhor.

3º MISTÉRIO: JESUS NASCE EM UMA GRUTA, EM BELÉM.

Contemplemos o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo em Belém.   Um Deus tão grande e poderoso vem até nós… o verbo de Deus se faz carne, sai da sua divindade e se torna um pobre mortal semelhante a nós em tudo, menos no pecado.

Jesus nos mostra que nada que temos ou possuímos, nesse mundo importa, comparado àquilo que há de vir… o mais importante: a vida eterna. O orgulho de um anjo que queria ser Deus gerou o pecado. E o salário do pecado é a morte…   …a humildade é a chave de toda a nossa salvação, a pureza de coração, a entrega sincera a Deus é a obediência, e o salário da obediência é a vida eterna. Pois todo aquele que crer em mim mesmo que morra eu o ressuscitarei.

4º MISTÉRIO: APRESENTAÇÃO DE JESUS AO TEMPLO

Contemplemos a apresentação do Menino Jesus no Templo e a Purificação de Nossa Senhora.  Uma espada de dor transpassará o vosso Coração.

Apresentando o nosso coração ao Senhor para que ele faça a circuncisão e tire aquela pele que impede a ação do Espírito Santo em nossa vida. E mesmo que em nossa caminhada junto ao Senhor uma espada penetre nossa alma, possamos pela força de seu Espírito Santo ver a salvação que vem de Jesus.

5º MISTÉRIO: A PERDA E O REENCONTRO DE JESUS EM JERUSALÉM

Contemplemos a perda e o reencontro de Jesus no templo de Jerusalém.    Maria e José perderam Jesus ainda menino aos 12 anos em Jerusalém e após três dias de dor e sofrimento o encontram no templo no meio de doutores da lei ensinando a doutrina do Pai.

A Escritura Sagrada, é o caminho para encontrarmos Jesus, quando nos perdemos ou desviamos desse caminho, a conseqüência é a dor o sofrimento.  Na procura diária pela leitura, estudo e reflexão da Bíblia, podemos buscar o encontro ou o reencontro com Nosso Senhor e depois viver essas palavras e ensinamentos o quanto mais cedo. E, assim como Jesus, crescer na obediência e cuidar das coisas do Pai.

MISTÉRIOS DOLOROSOS


1º MISTÉRIO: A AGONIA DE JESUS

Contemplemos a agonia Mortal de Nosso Senhor, quando suou sangue no Horto das Oliveiras.    “Minha alma está triste a ponto de morrer, ficai aqui e vigiai. “Vigiai e orai para não cairdes em tentação, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.”

A oração e vigilância nos livra de cairmos nas armadilhas do demônio. Ele está sempre esperando uma oportunidade para nos fazer cair no pecado. Só com a força da oração constante podemos vencê-lo. Jesus mesmo sabendo tudo o que iria lhe acontecer, suportou toda tristeza e foi obediente ao Pai. Seguir o seu exemplo e em todas as coisas que nos acontecer, seja boa ou má …sempre seja feito a vontade de Deus e não a nossa, pois Ele sabe o que é melhor para cada um de nós.

2º MISTÉRIO: A FLAGELAÇÃO DE JESUS ATADO A UMA COLUNA

Contemplemos a flagelação de Nosso Senhor.    O sofrimento – a humilhação o escárnio- a violência de um inocente.

Toda essa humilhação e dor por cada um de nós, pecadores. O amor que sente por cada ser humano é impossível de se imaginar. E todas as vezes que pecamos e ofendemos um irmão estamos sendo os carrascos que torturaram Jesus.

3º MISTÉRIO: A COROAÇÃO DE ESPINHOS

Contemplemos a coroação de espinhos de Nosso Senhor Jesus Cristo.    Cada ponta de espinho… um pecado – em cada gota de sangue derramado o perdão.

Sua sagrada face coberta de sangue… o sangue que nos lavou e limpou de nossos pecados; na dor provocada pelos espinhos resgatou-nos da morte.  O mesmo sangue que hoje derrama em cada Santa Missa Celebrada; poderoso sangue redentor, que nos cura e liberta de toda escravidão do pecado.

4º MISTÉRIO: JESUS CARREGA A CRUZ ATÉ O CALVÁRIO

Contemplemos a subida dolorosa de Jesus carregando a Cruz para o Calvário.    O peso dos pecados do mundo nos ombros abriram chagas que chegavam até os ossos.

Todo aquele que quiser vir após mim, renegue a si mesmo toma sua cruz e siga-me.  As cruzes diárias é caminho de redenção e salvação. Aceitar as cruzes é amar a Jesus e imitá-lo. O servo fiel que segue seu mestre e também dá a vida por outro irmão.

5º MISTÉRIO: JESUS MORRE NA CRUZ

Contemplemos a crucificação e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo.    Cruz, escândalo para os judeus, loucura para os gentios, consolo e sinal de fé para os cristãos.

A cruz Sagrada seja a nossa luz… todo sofrimento na terra não tem comparação ao da cruz do Senhor. Por amor ao ser humano e ao pecador suportou dores incalculáveis, humilhou-se, foi insultado e desprezado, tratado como o pior dos criminosos. O maior dos tesouro de um cristão ..honrar a Santa Cruz!

MISTÉRIOS GLORIOSOS


1º MISTÉRIO: A RESSURREIÇÃO DE JESUS

Contemplemos a ressurreição de Jesus.   A morte não é o fim para aqueles que crêem em Jesus.    A vitória sobre a morte, a esperança na vida eterna, o envio a anunciar a boa-nova, a remissão dos pecados.  A paz de Jesus àqueles que O seguem.

2º MISTÉRIO: A ASCENÇÃO DO SENHOR

Contemplamos a ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo ao Céu.    A volta ao Pai para preparar–nos um lugar e para cuidar de cada um de nós intercedendo junto a Deus pelo perdão de nossos pecados.

3º MISTÉRIO: A DESCIDA DO ESPÍRITO SANTO SOBRE OS APÓSTOLOS

Contemplemos a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos reunidos com a Virgem Maria em Jerusalém.  A vinda do Prometido, o Espírito Santo Paráclito: o advogado-defensor.    O Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará recordar tudo os que vos disse.

O Espírito Santo que recebemos no Batismo é nosso condutor, defende-nos diante do Pai, pois temos um acusador dia e noite que nos acusa diante de Deus… satanás; mas o Espírito Santo que habita em nós, ora em nós com gemidos inefáveis, pois não sabemos o que pedir a Deus.

4º MISTÉRIO: A ASSUNÇÃO DE MARIA AO CÉU

Contemplemos a assunção de Nossa Senhora ao Céu: o encontro da Mãe com o Filho no céu. Concebida sem pecado Virgem Santa merecedora de todas as graças.

A filha predileta do Pai sempre fiel a Deus, guardou tudo sempre em seu coração, virgem do silêncio, seu corpo templo do Espírito Santo, Sacrário Vivo, não poderia ser corrompido pela terra como simples pecadora.

5º MISTÉRIO: A COROAÇÃO DE MARIA POR JESUS E OS ANJOS (A serva fiel de Deus tornou-se Rainha)

Contemplemos a coroação de Nossa Senhora como Rainha de todos os anjos e santos.    Rainha dos Anjos: Uma mulher vestida de Sol, sobre a cabeça uma coroa de estrelas e sobre o os pés a lua.  Rainha da Terra, Rainha da Igreja intercessora poderosa junto a Jesus, tem poder de esmagar a cabeça do dragão infernal, na hora de nossa morte nos defenderá junto a Jesus, e a todos aqueles que por amor a ela e a seu filho forem fiéis na oração do Santo Rosário. ….a cada Ave-Maria depositamos uma rosa a seus pés…


MISTÉRIOS DA LUZ

1º MISTÉRIO: O BATISMO DE JESUS

Contemplemos o Batismo de Jesus Cristo no rio Jordão.   Com atitude humilde ele nos mostra o caminho inicial da Salvação: a aceitação de Deus como nosso único Senhor.

Cristo é a luz do mundo, Luz é o atributo da divindade. “Esta era a luz verdadeira, que vindo ao mundo a todos ilumina”(Jo 1,9). “Quem me segue…”- disse Jesus – terá a luz da vida”(Jo 8,12). Nós, cristãos, somos “filhos da luz” (cf. Ef 5,Cool. A luz de Cristo é levada a todo o mundo pelos seus discípulos.

Batismo de Jesus – Enquanto Cristo desce à água do rio Jordão, como inocente que se faz pecado por nós (cf 2Cor 5,21), o céu se abre e a voz do Pai proclama-o Filho amado (cf Mt 3,17), ao mesmo tempo em que o Espírito o investe na missão que o esperava.

2º MISTÉRIO: A AUTO-REVELAÇÃO DE JESUS NAS BODAS DE CANÁ

Contemplemos sua auto-revelação nas bodas de Caná, quando transformou água em vinho.   Atendendo o pedido de Maria, Jesus inicia seu caminho em direção à Salvação dos Homens fazendo seu primeiro milagre.

Auto-revelação de Jesus nas bodas de Caná – Mistério de luz é o inicio dos sinais em Caná (cf Jo 2, 1-12), quando Cristo, transformando a água em vinho, abre a fé o coração dos discípulos graças à intervenção de Maria, a primeira entre os que crêem.

3º MISTÉRIO: O ANÚNCIO DO REINO DE DEUS

Contemplemos o anúncio do Reino de Deus com o convite à conversão.   Jesus nos convida a nos convertermos plenamente às leis de Deus em busca da felicidade eterna.   O anúncio da Boa-Nova traz a esperança de um mundo melhor para todos os homens.

Jesus anuncia o Reino de Deus com o convite à conversão – Mistério de luz é a pregação com a qual Jesus anuncia o advento do Reino de Deus e convida à conversão (cf Mc 1,15), perdoando os pecados de quem a ele se dirige com humilde confiança (cf Mc 2,3-1; Lc 7,47s), início do mistério de misericórdia que ele prosseguirá exercendo até o fim do mundo, especialmente da reconciliação confiado à sua Igreja (cf Jo 20,22s)

4º MISTÉRIO: A TRANSFIGURAÇÃO

Contemplemos a transfiguração de Nosso Senhor Jesus Cristo.   Assim Ele mostra aos Apóstolos e a todos os seres humanos a Sua verdadeira essência divina.   Sua Luz nos orienta a seguir os caminhos do bem.

Transfiguração de Jesus – Mistério da luz por excelência é a transfiguração que, segundo a tradição, se deu no monte Tabor. A glória da divindade reluz no rosto de Cristo, enquanto o Pai o apresenta aos apóstolos extasiados para que o “escutem” (cf Lc 9,35) e se disponham a viver com ele o momento doloroso da paixão, a fim de chegarem com ele à glória da ressurreição e a uma vida transfigurada pelo Espírito Santo.

5º MISTÉRIO: A INSTITUIÇÃO DA ESUCARISTIA

Contemplemos a instituição da Eucaristia.   Jesus nos dá seu próprio corpo e sangue como alimento espiritual para nossas almas.   É a entrega total e a maior prova de Seu Amor por toda a humanidade.   Mesmo sabendo que ia ser traído e entregue ao sacrifício Ele nos deu uma mostra suprema de Sua divindade.

Instituição da Eucaristia – Mistério da luz é, enfim, a instituição da Eucaristia, na qual Cristo se faz alimento com o seu corpo e o seu sangue sob os sinais do pão e do vinho, testemunhando “até o extremo” o seu amor pela humanidade (Jo 13,1), por cuja salvação se oferecerá em sacrifício.



As virtudes e os mistérios do Rosário

 
Bênçãos do Rosário



1. Os pecadores obtêm o perdão.

2. As almas sedentas são saciadas.

3. Os que estão atados vêem seus nós desatados.

4. Os que choram encontram alegria.

5. Os que são tentados encontram tranqüilidade.

6. Os pobres são socorridos.

7. Os religiosos são reformados.

8. Os ignorantes são instruídos.

9. Os vivos triunfam sobre a vaidade.

10. Os mortos alcançam a misericórdia por via de sufrágios.

Benefícios do Rosário

01. Nos eleva gradualmente ao perfeito conhecimento de Jesus Cristo.

02. Purifica nossas almas do pecado.

03. Permite-nos vencer nossos inimigos.

04. Facilita-nos a prática das virtudes.

05. Inflama-nos do amor de Jesus Cristo.

06. Obtém-nos de Deus toda classe de graças.

07. Proporciona a nós com o que pagar todas as nossas dívidas com Deus e com os homens.


Fonte (exceto correções e comentários): http://blog.cancaonova.com/fatimahoje/como-rezar-o-terco/




avatar
Admin
Admin

Mensagens : 287
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/02/2013
Idade : 58
Localização : S.Paulo - BR

Ver perfil do usuário http://hereditarios.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum